Os 5 pilares de uma gestão jurídica de sucesso

Os 5 pilares de uma gestão jurídica de sucesso

Por Reinaldo Nagao* 

Dentro da realidade de qualquer empresa, a gestão é o pilar central para que as atividades sejam conduzidas de forma organizada e funcional, preservando a participação de todos os envolvidos na rotina operacional. No contexto jurídico, ao nos aprofundarmos no dia a dia dos escritórios de advocacia, a importância desse aspecto interno também é decisiva para o sucesso do negócio e a angariação de novos clientes.

O conceito de gestão jurídica acopla todos os departamentos e seus respectivos processos, desde a criação de um planejamento estratégico à área de marketing e relacionamento com o cliente. Dessa forma, abordar o tema por meio de uma visão macro sobre o assunto, considerando a governança como um todo, é imprescindível para os que buscam potencializar seus resultados e, principalmente, consolidar suas marcas em um mercado cada vez mais exigente e em constante evolução.

Nesse sentido, alguns tópicos podem servir de base para que ocorra uma verdadeira transformação no que diz respeito à gestão jurídica dos escritórios brasileiros.

  1. A importância de um alinhamento estratégico coeso

A organização é a base primária para que projetos, tarefas, hábitos, funcionem com harmonia e exatidão. Não há como esperar que as equipes trabalhem adequadamente se não houver nenhuma movimentação com o intuito de estabelecer um alinhamento interno bem resolvido, com funções designadas com coerência para que os colaboradores tenham total tranquilidade na hora de exercer suas maiores aptidões.

Por mais simplório que possa parecer à primeira vista, essa é uma iniciativa que traz controle e claridade para o gestor tomar melhores decisões, sempre de acordo com a realidade de seu escritório, bem como as demandas do mercado jurídico. 

  1. Compliance é quesito obrigatório

Transparência, consentimento e respeito às normas legais. Esses são preceitos contundentes do que se entende por Compliance no ambiente empresarial. Em termos práticos, isso implica em uma abordagem responsável sobre os dados armazenados, com ferramentas capazes de garantir a integridade desses materiais.

Na teoria, é muito mais fácil discutir o impacto positivo da conformidade, porém o desafio repousa em transmitir esses princípios para o dia a dia de trabalho, refletindo em uma nova concepção de cultura organizacional. O gestor deve se apoiar em um conjunto de ações que visem aderir à responsabilidade social e o cumprimento de regras previstas na legislação. No fim, o Compliance se configura em um diferencial competitivo que não pode ser descartado. 

  1. Como anda a comunicação de seu escritório?

Se por um lado o alinhamento estratégico é primordial para que os profissionais consigam desempenhar suas funções, de nada adiantará se o sistema de comunicação interna se encontrar fragilizado.

Interatividade, feedback, acesso democrático a dados importantes para melhores decisões são elementos que tornam possível um suporte recíproco entre os departamentos. Logo, o maior beneficiado será o próprio escritório. 

  1. Cuidar das pessoas é cuidar do negócio

Investir em ferramentas inovadoras, tecnologia, entre outros componentes que distinguem um negócio de seus concorrentes, é um sinal bem-vindo de que os tempos mudaram e o escritório de advocacia não se manteve alheio em meio à onda tecnológica. Dito isso, essa não é a única frente que carece de uma atenção especial por parte do gestor.

As pessoas são e sempre serão os maiores aditivos de qualquer organização. São elas as grandes responsáveis por formar um fio condutor que levará determinado negócio ao sucesso. Dentro da rotina de um escritório jurídico, que tende a ser caótica e extremamente dinâmica, é preciso se atentar às necessidades dos colaboradores e oferecer uma estrutura robusta para que a produtividade seja preservada. 

  1. Atenção no relacionamento com o cliente

Oferecer serviços diferenciados é um objetivo compartilhado por muitos. No entanto, hoje em dia, esse não é o único fator a ser considerado na hora de conquistar novos clientes. É necessário ir além, e isso vai de encontro à importância de proporcionar uma jornada enriquecedora para o usuário, compreendendo as particularidades apresentadas por cada um.

O advogado lida com pessoas a todo instante, majoritariamente, com temas sensíveis e delicados sob uma ótica geral. Por isso, é indispensável que o profissional do Direito tenha insumos para acompanhar as demandas do público que se procura atingir, sempre sob o princípio de conceitos éticos e o respeito à natureza humana.

Para finalizar, destaco que não existe uma fórmula exata para que uma gestão jurídica obtenha sucesso. Entretanto, é possível afirmar com certeza e segurança de que esses tópicos, se trabalhados com seriedade e atenção, podem transformar a perspectiva estratégica e indicar um caminho promissor para os escritórios de advocacia.

*Reinaldo Nagao é Sócio na FNCA Advogados. Formado em Direito, o executivo possui mais de 12 anos de atuação no mercado, com especialização no departamento de Direito Tributário.

Fonte: Portal Dedução – 05/04/2021

Adicionar Comentário