Incorporação

Incorporação

Uma incorporadora promove e realização a construção de edifícios e estruturas, sejam elas únicas ou um conjunto de unidades autônomas, como em um condomínio, por exemplo.

A ideia de uma incorporadora é relativamente abrangente, e, por isso, pois um conjunto de normas e regras bastante rigorosas que precisam ser observadas. Embora o objeto principal do empreendimento sejam os imóveis, qualquer pessoa físicas ou jurídicas, trabalhador do comércio ou não, pode ser considerado incorporador.

A discriminação, do ponto de vista da lei, ocorre quando essa pessoa física ou jurídica compromisse ou efetue as cotas ideais do terreno, ligando uma unidade autônoma. Isso inclui a aceitação das propostas de efetivação para as transações relacionadas a esses imóveis, ou seja, assumindo a responsabilidade por questões como entrega, prazo, preço, condições e detalhes pré-acertados, até que a obra esteja concluída.

A incorporadora, portanto, se responsabiliza por todos os aspectos de uma obra – e isso, obviamente, inclui todos os meandros e demandas legais que ela exige. Por isso, qualquer um que deseje investir ou contratar uma incorporadora deve imediatamente solicitar orientação legal, para garantir que todo contrato seja minuciosamente analisado e estabelecido, para que ambas as partes de um negócio envolvendo a incorporadora estejam satisfeitos e seguros durante e ao final das transações.

De acordo com a Lei, há dois tipos de construções por incorporação: a construção por empreitada e a construção por administração.

A construção por empreitada utiliza uma Comissão de Representantes, que irão fiscalizar todos os acordos pré-estabelecidos e garantir que esses prazos e padrões sejam atendidos, dentro dos limites da lei. De fato, a própria Comissão também tem obrigações inerentes à sua função representativa, para garantir que a obra esteja sempre sob um olhar em 360°.

A construção por administração usa uma filosofia diferente. Também chamada de prestação a preço de custo, a responsabilidade financeira de todos os aspectos da obra recai sobre os proprietários ou compradores. Todos os documentos referentes a construção e as contas para deposito de contribuições dos condôminos serão feitos em nome do condomínio.

Adicionar Comentário